segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

VEGANO LIGHT

Parei de beber cervejas há mais de dois anos, bebidas alcoólicas, em geral, há mais de um ano e, além de tudo, parei de fumar há mais de seis meses.

Ao ir ao meu fornecedor de "animais mortos" a fim de comprar um pedaço de "matéria morta" (resfriada) para fazer um "churrasquinho" no meu aniversário, algo me tocou e, sinceramente, me tocou fundo!

Pensei comigo mesmo: - "que nojo, vou comer matéria morta? NUNCA MAIS!!! A partir de hoje, viro Vegano!"

("Veganismo" é uma filosofia e estilo de vida que busca excluir, na medida do possível e praticável, todas as formas de exploração e crueldade contra animais na alimentação, vestuário e qualquer outra finalidade. Na dieta, significa a prática de dispensar todos os produtos derivados em parte ou totalmente de animais).

Decidido então, que não poria mais olhos (adoro este estilo lusitano) em "matéria morta comestível", saí da seção de animais mortos e fui procurar alternativa alimentares.

Você não imagina quantas opções saudáveis existem ao seu lado e você, sanguinolento, nem se da conta disso!

Carrinho cheio, feliz e alegre por estar me tornando uma nova raça elevada de ser humano, me deparei com os preços no caixa e pensei comigo mesmo: - "Que nojo, deixei de comer matéria morta para que eles comessem meu dinheiro vivo"?

Resolvi então, ser um "vegano light"! Ou seja, nada de produtos animais ou que tenham tido algum contato com qualquer tipo de animal, seja esse animal racional ou não!

Pois bem! Muuuito mais feliz, estou me preparando para estruturar um " churrasquinho vegano light" composto de luz. Se estiver nublado, a gente assa um pouquinho do "ar" local.

Agora, para quem lembrar e quiser aparecer, peço que traga alguns quilos de carne bovina, aves ou peixes, pois estou recolhendo esses materiais (que vou guardar até o momento certo) para dar um fim "ritualístico" em cerimônia secreta, numa data futura! Para que essas oferendas ao deuses estejam completas, melhor trazer também frutas, verduras, laticínios e embutidos. A limpeza deste mundo tem de ser completa!!

Abraços

PS: Me esqueci, tragam "scotch" acima de 12 anos, preferencialmente, de 21 anos. Não vamos querer ploblemas com a "menor idade".

É certo que estou bebendo, mas não sei se os deuses desejariam que eu, antes deste ritual, fizesse a necessária desinfecção externa e, quem sabe (sempre seguindo o direcionamento dos deuses) principalmente, a interna. Lembrem-se: ritual é ritual e isso, não se discute!